[REVIEW] Bates Motel - 1x10 - Midnight


Um episódio estranho. Assim definiria o season finale dessa primeira temporada de Bates Motel.

Há alguns episódios a trama diminuiu seu ritmo e mesmo continuando com o constante clima de tensão, parecia mais leve. Os conflitos antes constantes na família acabaram saindo de foco e esfriando essa reta final.

A trama do hóspede do quarto 9 chegou ao fim sem um clímax e acredito que, talvez, teria sido uma boa colocar o xerife como aliado do bandido e desenvolver mais a trama na próxima temporada, mas ok, já foi e não devemos mais ouvir falar no tráfico de menininhas asiáticas. Agora, uma coisa que achei muito estranha foi a reação do Dylan ao descobrir que sua mãe está sendo ameaçada. Por mais que a relação dos dois não seja ótima, e olhe que se encontra no melhor momento, já vimos o rapaz tomar a frente por ela algumas vezes sem pensar muito, mas aqui ele simplesmente deixa para lá.

Já na vida de Norman as coisas também seguem nada fácil, depois de descobrir o envolvimento do irmão com sua ex-ficante, o rapaz entre em mais um surto e vai se afundando cada vez mais em sua loucura. É interessante ver como nesses momentos é exatamente a voz da mãe que o manda fazer as coisas, pobre senhor Watson. Como será que os Bates vão escapar disso?

Com isso, Bates Motel encerra a temporada de forma satisfatória, mas deixando uma leve sensação de que poderia ter sido melhor.

P.S.: Emma já pode vir aqui para casa que cuido de você. Muito amor <3333

Um comentário:

  1. O que mais gosto em Bates Motel é essa atmosfera meio dark, acinzentada que volta e meia invade os episódios. Acho que na temporada que vem isso irá se itensificar, pois o processo de transformação do Norman garoto em Norman psicopata vai ser desenvido com mais afinco. Escrevi um pouco mais aqui... http://cabinecultural.com/2013/07/01/bates-motel/

    ResponderExcluir